O encanto de Curitiba – uma breve homenagem

Curitiba

O brilho das planícies urbanas reluz em minha face,
como estrelas incandescentes, desesperadas por alguém que as elogie.
De mãos unidas, na construção dos projetos em prol da esperança,
trabalham homens e mulheres, dia e noite.

Continuar lendo “O encanto de Curitiba – uma breve homenagem”

Intervenções para melhorar o autoconceito de crianças e adolescentes

As seen on a Sussex Directories Inc siteProf. Guilherme Mendes

A intervenção educacional baseada na importância da formação visa, entre outros aspectos, melhorar o autoconceito, que nada mais é que

“um conjunto amplo de representações – imagens, juízos, conceitos – que as pessoas têm sobre si mesmas (Epstein, 1981). O autoconceito, de uma forma geral, compreende a questão particular ao indivíduo: Quem sou eu?” (Leia depois o post: Bullying e o Autoconceito)

Continuar lendo “Intervenções para melhorar o autoconceito de crianças e adolescentes”

Sensibilidade funcional e equilíbrio

tai-chiProf. Guilherme Mendes

Algumas pessoas são capazes de façanhas consideradas “sobrenaturais”, como os lendários mestres das artes marciais e das terapias alternativas, que, em estado de profundo relaxamento e sensibilidade, são capazes de inclinar o próprio corpo mediante o pouso e o impacto de um inseto, por exemplo.

As pessoas apreciam conhecer tais histórias, mas a descrição do exemplo acima reflete apenas as capacidades naturais aprimoradas em alto grau pela prática consistente. Todos são capazes de desenvolver um alto grau de sensibilidade funcional e relaxamento.

Continuar lendo “Sensibilidade funcional e equilíbrio”

A conquista da Natureza pelo homem

mente_humanaProf. Guilherme Mendes

“Um pensamento ardeu na minha mente: por mais que ele dissesse e por mais que me lisonjeasse, vender-me-ia como escravo quando me tivesse em seu poder.” (Bunyan)

Nas palavras de C. S. Lewis, a “conquista da Natureza pelo homem” é uma expressão utilizada habitualmente para descrever o progresso das ciências aplicadas.

Continuar lendo “A conquista da Natureza pelo homem”

Instrução direta e as funções de ensino de Rosenshine

aprenderProf. Guilherme Mendes

Para muitos profissionais da educação, “ensinar” é o mesmo que proferir palestras, com instrutores explicando e fazendo perguntas aos alunos.

Nas décadas de 1970 e 1980, uma série de pesquisas foi concentrada sobre os modelos de ensino, e um importante resultado de todo esse estudo foi o desenvolvimento de um modelo de ensino, a “instrução direta”, relacionado com a melhoria na aprendizagem dos alunos.

Continuar lendo “Instrução direta e as funções de ensino de Rosenshine”

Comportamento empreendedor e gestão do cotidiano escolar

cotidiano_escolarProf. Guilherme Mendes

O cotidiano escolar coloca em evidência a realidade da escola como ela se apresenta, e constitui um elemento importante da ação educacional.

De acordo com a especialista em gestão educacional, Heloísa Lück (2009, p. 127), as competências a serem observadas pelos gestores no cotidiano escolar envolvem de uma forma geral:

Continuar lendo “Comportamento empreendedor e gestão do cotidiano escolar”

Comportamento empreendedor e gestão de pessoas

gestor_educacionalProf. Guilherme Mendes

A Educação é um processo de relações e dinâmicas que depende da atuação de pessoas. São as pessoas que movem a administração e os empreendimentos de uma maneira geral. A gestão de pessoas envolve as ações, as atitudes e o uso de recursos para o alcance de resultados.

Continuar lendo “Comportamento empreendedor e gestão de pessoas”

A nobre peregrinação dos que educam

professorProf. Guilherme Mendes

Para cada verso que um digno professor escreve no livro da poesia do ensino, dissemina uma ideia de valor e profundidade. Construída com imenso trabalho, sacrifício e amor, a poesia parece ecoar o canto singelo das andorinhas, eternas peregrinas que trafegam livremente aos quatro ventos mundo afora, atraindo a atenção e a perplexidade daqueles que as apreciam.

Continuar lendo “A nobre peregrinação dos que educam”

O que se leva desta vida? – Um breve pensamento

vida_plantaProf. Guilherme Mendes

Por um breve momento de descanso, no emergir dos recessos poeirentos da mente inquieta, indaguei sobre a seguinte reflexão: o que se leva deste mundo? Ao menos queria eu levar duas lembranças: servir a humanidade com as minhas capacidades e ter a certeza de amar e ser amado pelos amigos e pelos próximos que tanto estimo.

Continuar lendo “O que se leva desta vida? – Um breve pensamento”

Diário de um brasileiro sonhador

sonhadorProf. Guilherme Mendes

Carta de um cidadão brasileiro para uma companheira chamada “desilusão”:

Hoje acordei com o seu sussurro latejando em meus ouvidos. Liguei a televisão – atitude mais ingênua e burra para um primeiro momento da manhã – e detive-me a acompanhar o noticiário, prestes a reparar e lamentar as infâmias e tristes notícias sobre meu povo e meu país. Até hoje não entendo porque me abstenho das vontades do meu espírito para seguir uma rotina de abatimentos tão cruéis e impregnados de injustiça, que só me enchem de desprezo. Talvez seja a sua presença, minha cara “desilusão”, que só atormenta as planícies límpidas que ainda restam em minha alma.

Continuar lendo “Diário de um brasileiro sonhador”

A meditação favorece a educação?

meditacao_criancasProf. Guilherme Mendes

Nas últimas décadas, generalizou-se no mundo a prática da meditação. A meditação é uma prática que, se praticada diariamente, pode exercer um impacto favorável na vida do praticante, levando-o inevitavelmente ao relaxamento e bem-estar.

Durante a meditação, a pessoa conserva as plenitudes da espiritualidade, suspendendo as atividades do ego, e concentrando sua consciência única e exclusivamente na vacuidade dos pensamentos.

Continuar lendo “A meditação favorece a educação?”

A educação e a sustentabilidade da natureza

natureza_sustentabilidadeProf. Guilherme Mendes

É inexplicável a afeição e o instinto que muitos indivíduos possuem para a destruição. Não fosse assim, essas pessoas não arrancariam ou quebrariam árvores plantadas nas ruas; não pichariam ou destruiriam muros pintados e construídos com a finalidade de proteger os patrimônios existentes; não ateriam fogo lugares de comércio e empreendedorismo em dias de protesto, entre outras barbáries que prejudicam o desenvolvimento do país…

Continuar lendo “A educação e a sustentabilidade da natureza”

A crise existencial na modernidade e o propósito da educação

crise_existencialProf. Guilherme Mendes

Uma crise dolorosa para o ser humano no mundo atual é a crise existencial. Essa crise pode ser caracterizada como uma crise de frustração, pela qual se evidenciam sofrimentos e catarses proclamados pela sensação do vazio.

Continuar lendo “A crise existencial na modernidade e o propósito da educação”

Lidando com alunos problemáticos

aluno_problematicoProf. Guilherme Mendes

Por maior que seja o esforço de um professor dedicado, a turma pode ou não gostar da aula. A culpa é do profissional? Talvez sim, caso este não preste atenção aos “detalhes” que fazem toda a diferença na conduta em sala de aula.

Os detalhes são, talvez, aqueles pontos que relutamos em melhorar, seja por indulgência ou por preguiça mesmo. Não podemos “vencer todas as batalhas”, mas podemos agregar novas formas ou estilos didáticos para abordar temas e turmas diferentes.

Continuar lendo “Lidando com alunos problemáticos”

Uma breve reflexão sobre o amor

amor Prof. Guilherme Mendes

“No amor tenho sempre a impressão de que uma felicidade ilimitada, além dos meus mais desvairados sonhos, está logo ali dobrando a esquina, aguardando apenas uma palavra ou sorriso. […] A beleza não é senão a promessa de felicidade.” (Stendhal, 1822)

Carta de um ser apaixonado!

Admito que tenho dificuldades para amar. Em mim se encontra um grande vazio, que só é preenchido quando minha alma encontra a tua. Não é fácil desprender-me dos meus temores na tua presença, mas o reflexo incandescente do amor transfigura a pureza do teu coração, iluminando as minhas fraquezas.

Continuar lendo “Uma breve reflexão sobre o amor”

Leis espirituais

EspiritualidadeProf. Guilherme Mendes

“Certamente há um direito possível para vós, que inclui a necessidade de ponderação e escolha desejosa. Para vós há uma realidade, um lugar adequado e deveres congênitos. Ponde-vos no meio da corrente de energia e sabedoria que anima a todos por ela inundados, e sereis impelido sem esforço à verdade, ao certo e ao perfeito contentamento.” (Ralph Waldo Emerson – Ensaios)

Pela beleza e pelo poder oculto que existe na natureza, admiramos com louvor todas as formas agradáveis que a memória nos proporciona. Os momentos bons, os momentos ruins, o belo e o trágico permanecem impassíveis no grande livro da vida. Embora o nosso juízo empreenda sentimentos para cada evento na história, afirmamos um acolhimento da alma, o que nos impele a refletir e prever o futuro.

Continuar lendo “Leis espirituais”

O efeito da contemplação

contemplando-nuestros-potencialesProf. Guilherme Mendes

De todas as atividades cobiçadas pelo ser humano para a imersão do espírito na atividade, nenhuma se compara a arte da contemplação. Somos os únicos seres na natureza com a sensibilidade para observar e exprimir a beleza de tudo o que absorvermos pelos sentidos, graças a consciência.

Tudo é belo, para o intelecto que amplifica o seu objeto de afeição. A alma, envolvida pelo desejo insaciável de conceber o novo e original, abre espaço para as imaginações que tangem ao desconhecido.

Continuar lendo “O efeito da contemplação”

O mito de Sísifo e a condenação dos inconscientes

SisifoProf. Guilherme Mendes

“A liberdade é um dos dons mais preciosos que o céu deu aos homens. Nada a iguala, nem os tesouros que a terra encerra no seu seio, nem os que o mar guarda nos seus abismos. Pela liberdade, tanto quanto pela honra, pode e deve aventurar-se a nossa vida.” (Miguel de Cervantes)

Um dos autores mais prolíficos do movimento conhecido como “existencialismo”, Albert Camus, abordou em sua obra O mito de Sísifo a metáfora sobre o trabalho rotineiro e sistemático para explicar a condição humana e promover o que ficou conhecido como “A revolta metafísica”.

Continuar lendo “O mito de Sísifo e a condenação dos inconscientes”

Obediência à autoridade

líder_obediênciaProf. Guilherme Mendes

“Lembrem-se disso, orgulhosos homens de ação. Vocês não passam de instrumentos inconscientes dos homens de pensamento que, frequentemente, no mais modesto silêncio, predeterminam, de modo preciso, qual a sua ação. Maximilien Robespierre nada mais era do que a mão de Jean-Jacques Rousseau, mão sangrenta que tirou do seio do tempo o corpo cuja alma Rousseau criara. O medo inquieto que amargurou a vida de Jean-Jacques tem talvez sua causa no fato de ele ter pressentido qual o parteiro que traria ao mundo suas ideias.” (Heine, 1834)

Continuar lendo “Obediência à autoridade”

A força do silêncio

contemplacaoProf. Guilherme Mendes

A mente nunca descansa. Sua atividade é incessante e dificilmente encontra repouso diante do mundo caótico e alucinado que vivemos. Falar em silêncio, contemplação e interiorização na atualidade pode ser um choque para o homem moderno.

Continuar lendo “A força do silêncio”