Liberte-se dos Tabus

libertação_tabusProf. Guilherme Mendes

Não há nada pior e mais desagradável para o homem moderno que estar aprisionado aos tabus que assolam os princípios de liberdade e tolerância em qualquer aspecto e segmento da vida.

A humanidade jamais perderá integralmente a fidelidade e o vínculo com o passado; as crenças nos ideais e valores disseminados pelas antigas gerações jamais se quebrarão na linha do tempo da vida, a menos que em suas raízes predomine alguma substância desprovida de harmonia com as leis da natureza.

Continuar lendo “Liberte-se dos Tabus”

A matriz educacional

prisão_educacionalProf. Guilherme Mendes

Não raro meu pensamento confronta a seguinte questão: Os jovens aprendem dos mais intelectualizados e instruídos ou dos mais eficientes e preparados na grande escola da vida?

A racionalidade não é aliada ao mundo dos valores, muito menos ao ideal coletivo de transformação. O intelecto por si mesmo não é capaz de exercer poder de influência e de estimular motivação intrínseca dos educandos para aprender e obter conhecimento.

Continuar lendo “A matriz educacional”

O encanto de Curitiba – uma breve homenagem

Curitiba

O brilho das planícies urbanas reluz em minha face,
como estrelas incandescentes, desesperadas por alguém que as elogie.
De mãos unidas, na construção dos projetos em prol da esperança,
trabalham homens e mulheres, dia e noite.

Continuar lendo “O encanto de Curitiba – uma breve homenagem”

A conquista da Natureza pelo homem

mente_humanaProf. Guilherme Mendes

“Um pensamento ardeu na minha mente: por mais que ele dissesse e por mais que me lisonjeasse, vender-me-ia como escravo quando me tivesse em seu poder.” (Bunyan)

Nas palavras de C. S. Lewis, a “conquista da Natureza pelo homem” é uma expressão utilizada habitualmente para descrever o progresso das ciências aplicadas.

Continuar lendo “A conquista da Natureza pelo homem”

A nobre peregrinação dos que educam

professorProf. Guilherme Mendes

Para cada verso que um digno professor escreve no livro da poesia do ensino, dissemina uma ideia de valor e profundidade. Construída com imenso trabalho, sacrifício e amor, a poesia parece ecoar o canto singelo das andorinhas, eternas peregrinas que trafegam livremente aos quatro ventos mundo afora, atraindo a atenção e a perplexidade daqueles que as apreciam.

Continuar lendo “A nobre peregrinação dos que educam”

O que se leva desta vida? – Um breve pensamento

vida_plantaProf. Guilherme Mendes

Por um breve momento de descanso, no emergir dos recessos poeirentos da mente inquieta, indaguei sobre a seguinte reflexão: o que se leva deste mundo? Ao menos queria eu levar duas lembranças: servir a humanidade com as minhas capacidades e ter a certeza de amar e ser amado pelos amigos e pelos próximos que tanto estimo.

Continuar lendo “O que se leva desta vida? – Um breve pensamento”

Diário de um brasileiro sonhador

sonhadorProf. Guilherme Mendes

Carta de um cidadão brasileiro para uma companheira chamada “desilusão”:

Hoje acordei com o seu sussurro latejando em meus ouvidos. Liguei a televisão – atitude mais ingênua e burra para um primeiro momento da manhã – e detive-me a acompanhar o noticiário, prestes a reparar e lamentar as infâmias e tristes notícias sobre meu povo e meu país. Até hoje não entendo porque me abstenho das vontades do meu espírito para seguir uma rotina de abatimentos tão cruéis e impregnados de injustiça, que só me enchem de desprezo. Talvez seja a sua presença, minha cara “desilusão”, que só atormenta as planícies límpidas que ainda restam em minha alma.

Continuar lendo “Diário de um brasileiro sonhador”

A educação e a sustentabilidade da natureza

natureza_sustentabilidadeProf. Guilherme Mendes

É inexplicável a afeição e o instinto que muitos indivíduos possuem para a destruição. Não fosse assim, essas pessoas não arrancariam ou quebrariam árvores plantadas nas ruas; não pichariam ou destruiriam muros pintados e construídos com a finalidade de proteger os patrimônios existentes; não ateriam fogo lugares de comércio e empreendedorismo em dias de protesto, entre outras barbáries que prejudicam o desenvolvimento do país…

Continuar lendo “A educação e a sustentabilidade da natureza”

A crise existencial na modernidade e o propósito da educação

crise_existencialProf. Guilherme Mendes

Uma crise dolorosa para o ser humano no mundo atual é a crise existencial. Essa crise pode ser caracterizada como uma crise de frustração, pela qual se evidenciam sofrimentos e catarses proclamados pela sensação do vazio.

Continuar lendo “A crise existencial na modernidade e o propósito da educação”

Uma breve reflexão sobre o amor

amor Prof. Guilherme Mendes

“No amor tenho sempre a impressão de que uma felicidade ilimitada, além dos meus mais desvairados sonhos, está logo ali dobrando a esquina, aguardando apenas uma palavra ou sorriso. […] A beleza não é senão a promessa de felicidade.” (Stendhal, 1822)

Carta de um ser apaixonado!

Admito que tenho dificuldades para amar. Em mim se encontra um grande vazio, que só é preenchido quando minha alma encontra a tua. Não é fácil desprender-me dos meus temores na tua presença, mas o reflexo incandescente do amor transfigura a pureza do teu coração, iluminando as minhas fraquezas.

Continuar lendo “Uma breve reflexão sobre o amor”

Leis espirituais

EspiritualidadeProf. Guilherme Mendes

“Certamente há um direito possível para vós, que inclui a necessidade de ponderação e escolha desejosa. Para vós há uma realidade, um lugar adequado e deveres congênitos. Ponde-vos no meio da corrente de energia e sabedoria que anima a todos por ela inundados, e sereis impelido sem esforço à verdade, ao certo e ao perfeito contentamento.” (Ralph Waldo Emerson – Ensaios)

Pela beleza e pelo poder oculto que existe na natureza, admiramos com louvor todas as formas agradáveis que a memória nos proporciona. Os momentos bons, os momentos ruins, o belo e o trágico permanecem impassíveis no grande livro da vida. Embora o nosso juízo empreenda sentimentos para cada evento na história, afirmamos um acolhimento da alma, o que nos impele a refletir e prever o futuro.

Continuar lendo “Leis espirituais”

O efeito da contemplação

contemplando-nuestros-potencialesProf. Guilherme Mendes

De todas as atividades cobiçadas pelo ser humano para a imersão do espírito na atividade, nenhuma se compara a arte da contemplação. Somos os únicos seres na natureza com a sensibilidade para observar e exprimir a beleza de tudo o que absorvermos pelos sentidos, graças a consciência.

Tudo é belo, para o intelecto que amplifica o seu objeto de afeição. A alma, envolvida pelo desejo insaciável de conceber o novo e original, abre espaço para as imaginações que tangem ao desconhecido.

Continuar lendo “O efeito da contemplação”

O mito de Sísifo e a condenação dos inconscientes

SisifoProf. Guilherme Mendes

“A liberdade é um dos dons mais preciosos que o céu deu aos homens. Nada a iguala, nem os tesouros que a terra encerra no seu seio, nem os que o mar guarda nos seus abismos. Pela liberdade, tanto quanto pela honra, pode e deve aventurar-se a nossa vida.” (Miguel de Cervantes)

Um dos autores mais prolíficos do movimento conhecido como “existencialismo”, Albert Camus, abordou em sua obra O mito de Sísifo a metáfora sobre o trabalho rotineiro e sistemático para explicar a condição humana e promover o que ficou conhecido como “A revolta metafísica”.

Continuar lendo “O mito de Sísifo e a condenação dos inconscientes”

Tendências para o futuro da humanidade

tendencias_mundoProf. Guilherme Mendes

“A espécie humana existe há mais de 100.000 anos, mas foi nos últimos séculos que se deu uma espantosa explosão da tecnologia e que a atividade humana se expandiu. Numa pequena fração do tempo de vida do Homo Sapiens, inventamos a imprensa, começamos a utilizar a eletricidade, criamos computadores e enviamos homens à lua. A mudança dá-se hoje a um ritmo tão rápido que é difícil prever o que o futuro nos reserva.” (Grande Enciclopédia do Ser Humano)

Continuar lendo “Tendências para o futuro da humanidade”

Uma homenagem às mulheres do mundo

mulherProf. Guilherme Mendes

A mulher é a representação mais fiel do amor que transcende as barreiras do mundo. O homem não pode se igualar em tal mérito, esplendoroso e magnânimo, porque na raiz da humanidade reina a criação e o imperativo da substância feminina. O homem não pode “ser” sem a mulher.

Continuar lendo “Uma homenagem às mulheres do mundo”

Sobre autodidatismo

autodidataProf. Guilherme Mendes

Autodidata é a pessoa que se dispõem – por livre e espontânea vontade e/ou por força das condições e aspirações – a aprender. Autodidatismo é o mesmo que autoaprendizado, no qual o indivíduo se lança à própria sorte para obter conhecimento e adquirir instrução, sem o auxílio de professores ou mestres.

Continuar lendo “Sobre autodidatismo”

O pensamento que escraviza ou ilumina

pensamentoProf. Guilherme Mendes

“Somos o que pensamos. Tudo o que somos surge com nossos pensamentos. Com nossos pensamentos, fazemos o nosso mundo” (Siddharta Gautama)

Para o budismo, corpo e mente são produtos de várias causas cooperantes; essas causas não podem ser confundidas com o “eu” e o “meu”. Não entendeu? Eu explico.

Continuar lendo “O pensamento que escraviza ou ilumina”

A expressão criativa do ser

criatividadeProf. Guilherme Mendes

A alma progressista nunca se repete no passar repentino da breve existência. Ela produz e reproduz tudo o que é novo e peculiar à alma humana. Distinguimos as artes, as belezas dos ofícios, as prosas da natureza, e admiramos as qualidades substanciais dos gênios criativos e excêntricos.

Continuar lendo “A expressão criativa do ser”

Um pensamento sobre a amizade

amizade1Prof. Guilherme Mendes

“Quem cedo e bem aprende, tarde ou nunca esquece. Quem negligencia as manifestações de amizade, acaba por perder esse sentimento.” (William Shakespeare)

O egoísmo que entrelaça um mundo frio e austero é banhado por um mar de elementos negativos. Sob o prisma da desconfiança e o véu da indulgência, o ser humano compenetra-se apaixonadamente em seu próprio interior, reforçando a sombra de seu próprio ego.

Continuar lendo “Um pensamento sobre a amizade”

O consolo na independência das ações

imaginacaoProf. Guilherme Mendes

Se o dinheiro for a sua esperança de independência, você jamais a terá. A única segurança verdadeira consiste numa reserva de sabedoria, de experiência e de competência.” (Henry Ford)

Nos últimos dias em que estive ativo e concentrado na produção de textos para o blog, não pude deixar de refletir sobre como a competência da escrita tem contribuído para me interiorizar e me tornar mais consciente das minhas próprias ações e pensamentos.

Continuar lendo “O consolo na independência das ações”