Uma análise sobre Educação em Valores Morais

educação_em_valoresProf. Guilherme Mendes

“Mera mudança não é crescimento. Crescimento é a síntese de mudança e continuidade, e onde não há continuidade não há crescimento.” (C. S. Lewis)

Segundo o dicionário Aurélio, a palavra “Moral” deriva do latim [morale, ‘relativo aos costumes’]. O conceito do termo implica em:

Continuar lendo “Uma análise sobre Educação em Valores Morais”

Intervenções para melhorar o autoconceito de crianças e adolescentes

As seen on a Sussex Directories Inc siteProf. Guilherme Mendes

A intervenção educacional baseada na importância da formação visa, entre outros aspectos, melhorar o autoconceito, que nada mais é que

“um conjunto amplo de representações – imagens, juízos, conceitos – que as pessoas têm sobre si mesmas (Epstein, 1981). O autoconceito, de uma forma geral, compreende a questão particular ao indivíduo: Quem sou eu?” (Leia depois o post: Bullying e o Autoconceito)

Continuar lendo “Intervenções para melhorar o autoconceito de crianças e adolescentes”

Instrução direta e as funções de ensino de Rosenshine

aprenderProf. Guilherme Mendes

Para muitos profissionais da educação, “ensinar” é o mesmo que proferir palestras, com instrutores explicando e fazendo perguntas aos alunos.

Nas décadas de 1970 e 1980, uma série de pesquisas foi concentrada sobre os modelos de ensino, e um importante resultado de todo esse estudo foi o desenvolvimento de um modelo de ensino, a “instrução direta”, relacionado com a melhoria na aprendizagem dos alunos.

Continuar lendo “Instrução direta e as funções de ensino de Rosenshine”

A meditação favorece a educação?

meditacao_criancasProf. Guilherme Mendes

Nas últimas décadas, generalizou-se no mundo a prática da meditação. A meditação é uma prática que, se praticada diariamente, pode exercer um impacto favorável na vida do praticante, levando-o inevitavelmente ao relaxamento e bem-estar.

Durante a meditação, a pessoa conserva as plenitudes da espiritualidade, suspendendo as atividades do ego, e concentrando sua consciência única e exclusivamente na vacuidade dos pensamentos.

Continuar lendo “A meditação favorece a educação?”

Lidando com alunos problemáticos

aluno_problematicoProf. Guilherme Mendes

Por maior que seja o esforço de um professor dedicado, a turma pode ou não gostar da aula. A culpa é do profissional? Talvez sim, caso este não preste atenção aos “detalhes” que fazem toda a diferença na conduta em sala de aula.

Os detalhes são, talvez, aqueles pontos que relutamos em melhorar, seja por indulgência ou por preguiça mesmo. Não podemos “vencer todas as batalhas”, mas podemos agregar novas formas ou estilos didáticos para abordar temas e turmas diferentes.

Continuar lendo “Lidando com alunos problemáticos”

A aprendizagem de valores, atitudes e normas na escola

escola1Prof. Guilherme Valentim Mendes

Parte-se da seguinte premissa: a escola contribui eficazmente para a cidadania através da assimilação de valores, de atitudes e de normas, como agentes potenciais de socialização.

A seguir farei uma breve referência às colocações de César Coll e colaboradores, referentes à obra “Psicologia do Ensino”, sobre os conceitos de valores, atitudes e normas.

Continuar lendo “A aprendizagem de valores, atitudes e normas na escola”

Planejamento, observação e papeladas sem fim

freeimages.co.uk workplace imagesProf. Guilherme Mendes

“Assumir a responsabilidade por seu comportamento, seus gastos e seus atos e não supor para sempre que a sociedade deve perdoá-lo porque “não é culpa sua” constituirá a qualidade mais necessária no próximo século.” (Barbara Tuchman)

Os professores que iniciam a carreira no magistério são observados por avaliadores para serem aprovados em exames de qualificação e proficiência. Entretanto, a história é bem diferente quando se é observado por alunos e outros profissionais.

Continuar lendo “Planejamento, observação e papeladas sem fim”

Lidando com os desafios da sala de aula

desafios_saladeaulaProf. Guilherme Mendes

Olha devagar para cada coisa. Aceita o desafio de ver o que a multidão não viu. Em cascalhos disformes, estranhos diamantes sobrevivem solitários.” (Padre Fábio de Melo)

Não é fácil se preparar para o exercício do magistério. Se pararmos para refletir, são muitos detalhes para dar conta: desde a saúde e o bem-estar pessoal até os detalhes didáticos e metodológicos que acompanham a rotina do profissional.

Continuar lendo “Lidando com os desafios da sala de aula”

Uma reflexão sobre a “criatividade”

criatividade_reflexaoProf. Guilherme Mendes

“As pessoas criativas frequentemente têm um senso de missão que as empurra para a frente, mesmo quando as chances são contrárias.” (Daniel Goleman – O espírito criativo)

Continuar lendo “Uma reflexão sobre a “criatividade””

Aprendizagem e alfabetização – Algumas observações

educar_pesquisaProf. Guilherme Mendes

“A aprendizagem do estudante está principalmente nas mãos do professor, o que significa perceber que sem resolver seu problema, não há outros problemas a resolver.” (Pedro Demo)

Continuar lendo “Aprendizagem e alfabetização – Algumas observações”

O processo intuitivo do conhecimento e sua aplicação no ensino

processo_intuitivoProf. Guilherme Mendes

“O processo intuitivo, compreendido sob caráter epistemológico, estimula o exercício constante do educador em inovar suas competências didáticas, assim como do aluno em potencializar suas habilidades criativas e a construir o conhecimento na sala de aula.”

Continuar lendo “O processo intuitivo do conhecimento e sua aplicação no ensino”

Como elaborar um projeto de ‘Educação em Valores’ na escola

respeito.jpgProf. Guilherme Mendes

“Há inúmeras formas práticas de cooperação que podem ser executadas em qualquer lugar, com imediatos efeitos. O cooperacionismo não é partido político. Não quer separar, quer unir. É prática social da cooperação. O cooperacionismo apresenta um campo de ação e promove fórmulas que podem desde logo oferecer benefícios ao povo.” (Mário Ferreira dos Santos)

Continuar lendo “Como elaborar um projeto de ‘Educação em Valores’ na escola”

A vida intelectual do educador

lereaprenderProf. Guilherme Mendes

“O verdadeiro cresce na mesma terra que o bem, suas raízes se tocam. Se arrancados dessa raiz comum e por isso menos ligados à sua terra, um ou o outro padecem, a alma fica anêmica ou o espírito debilitado. Pelo contrário, ao alimentar o verdadeiro ilumina-se a consciência; ao fomentar o bem, guia-se o saber.” (A. D. Sertillanges)

O educador é, na essência de sua vocação, um intelectual que não apenas ensina e transmite o conhecimento, mas o consagra em sua experiência de trabalho.

Continuar lendo “A vida intelectual do educador”

Comunicação para educadores

professora_ensinandoProf. Guilherme Mendes

“Conhece-te a ti mesmo” é toda a ciência. Apenas no final do conhecimento de todas as coisas o homem terá conhecido a si mesmo. Pois as coisas são apenas as fronteiras do homem.” (Nietzsche, 1881)

A comunicação é complexa, e ao mesmo tempo sutil; é passível de falhas, mas imprescindível para os relacionamentos humanos.

Continuar lendo “Comunicação para educadores”

Os assassinos da criatividade na infância

imaginacao_infantilProf. Guilherme Mendes

“Em toda obra de gênio, reconhecemos nossas próprias ideias rejeitadas.” (Ralph Waldo Emerson)

A criatividade é a condição natural da criança. O jardim-de-infância é o ponto alto da carreira artística de qualquer criança. É o ponto no qual a criança – quando livre, bem orientada e estimulada – é capaz de se entregar as experiências apreciativas estéticas, expressivas ou artísticas com prazer e satisfação.

Continuar lendo “Os assassinos da criatividade na infância”

Os “mitos” da gestão do comportamento

alunos_estudandoProf. Guilherme Mendes

Muitas são as situações que desafiam os professores em sala de aula. Não é fácil manter o controle da classe, mas não é um bicho de sete cabeças. Há professores que acreditam no “jeito amigo” de se resolver as coisas; há aqueles que acreditam no “jeito antigo” também – a base de punições autoritárias – o que atualmente renderia processos contra o profissional. O fato é que o currículo escolar muda inevitavelmente de tempos em tempos. Sendo assim, é preciso mudar as estratégias de gestão do comportamento.

Continuar lendo “Os “mitos” da gestão do comportamento”

Argumentos falaciosos e apelativos

dialogoProf. Guilherme Mendes

Em diversas ocasiões estamos tão atentos a observar e avaliar criticamente as argumentações das outras pessoas, e muitas vezes não prestamos o devido cuidado com os nossos próprios argumentos, ou muitas vezes acontece o contrário. O indivíduo que apresenta senso crítico na avaliação de situações e argumentos é capaz de reconhecer os erros de raciocínio que contaminam uma determinada situação de argumentação, debate ou apresentação.

Continuar lendo “Argumentos falaciosos e apelativos”

A gestão do tempo no trabalho dos professores

gestaotempoProf. Guilherme Mendes

Para os educadores que assumem um compromisso ético e verdadeiro com o ensino, planejar uma aula requer muito mais do que tempo e paciência, pois é fato que grande parte da classe de professores não têm tempo livre. Lecionar é uma tarefa árdua e cansativa, ainda que nos agracie com momentos de muitas alegrias e satisfações.

Continuar lendo “A gestão do tempo no trabalho dos professores”

Gandhi e a pedagogia da não-violência

gandhiProf. Guilherme Mendes

“De longe em longe, porém, aparece um homem de vastíssimos espaços internos; onde todo um sistema planetário pode girar livremente, sem colisões nem catástrofes, em torno de um único sol, que tudo ilumina e vitaliza. No interior desse sistema se forma, naturalmente, uma tensão dinâmica que, para manter o equilíbrio, tem de intensificar a sua força centrípeta na razão direta da sua força centrífuga, a fim de estabelecer um cosmos que não sucumba ao caos.” (Huberto Rohden)

Continuar lendo “Gandhi e a pedagogia da não-violência”