O efeito da contemplação

contemplando-nuestros-potencialesProf. Guilherme Mendes

De todas as atividades cobiçadas pelo ser humano para a imersão do espírito na atividade, nenhuma se compara a arte da contemplação. Somos os únicos seres na natureza com a sensibilidade para observar e exprimir a beleza de tudo o que absorvermos pelos sentidos, graças a consciência.

Tudo é belo, para o intelecto que amplifica o seu objeto de afeição. A alma, envolvida pelo desejo insaciável de conceber o novo e original, abre espaço para as imaginações que tangem ao desconhecido.

Continuar lendo “O efeito da contemplação”

O mito de Sísifo e a condenação dos inconscientes

SisifoProf. Guilherme Mendes

“A liberdade é um dos dons mais preciosos que o céu deu aos homens. Nada a iguala, nem os tesouros que a terra encerra no seu seio, nem os que o mar guarda nos seus abismos. Pela liberdade, tanto quanto pela honra, pode e deve aventurar-se a nossa vida.” (Miguel de Cervantes)

Um dos autores mais prolíficos do movimento conhecido como “existencialismo”, Albert Camus, abordou em sua obra O mito de Sísifo a metáfora sobre o trabalho rotineiro e sistemático para explicar a condição humana e promover o que ficou conhecido como “A revolta metafísica”.

Continuar lendo “O mito de Sísifo e a condenação dos inconscientes”

Obediência à autoridade

líder_obediênciaProf. Guilherme Mendes

“Lembrem-se disso, orgulhosos homens de ação. Vocês não passam de instrumentos inconscientes dos homens de pensamento que, frequentemente, no mais modesto silêncio, predeterminam, de modo preciso, qual a sua ação. Maximilien Robespierre nada mais era do que a mão de Jean-Jacques Rousseau, mão sangrenta que tirou do seio do tempo o corpo cuja alma Rousseau criara. O medo inquieto que amargurou a vida de Jean-Jacques tem talvez sua causa no fato de ele ter pressentido qual o parteiro que traria ao mundo suas ideias.” (Heine, 1834)

Continuar lendo “Obediência à autoridade”

A força do silêncio

contemplacaoProf. Guilherme Mendes

A mente nunca descansa. Sua atividade é incessante e dificilmente encontra repouso diante do mundo caótico e alucinado que vivemos. Falar em silêncio, contemplação e interiorização na atualidade pode ser um choque para o homem moderno.

Continuar lendo “A força do silêncio”

Tendências para o futuro da humanidade

tendencias_mundoProf. Guilherme Mendes

“A espécie humana existe há mais de 100.000 anos, mas foi nos últimos séculos que se deu uma espantosa explosão da tecnologia e que a atividade humana se expandiu. Numa pequena fração do tempo de vida do Homo Sapiens, inventamos a imprensa, começamos a utilizar a eletricidade, criamos computadores e enviamos homens à lua. A mudança dá-se hoje a um ritmo tão rápido que é difícil prever o que o futuro nos reserva.” (Grande Enciclopédia do Ser Humano)

Continuar lendo “Tendências para o futuro da humanidade”

Uma homenagem às mulheres do mundo

mulherProf. Guilherme Mendes

A mulher é a representação mais fiel do amor que transcende as barreiras do mundo. O homem não pode se igualar em tal mérito, esplendoroso e magnânimo, porque na raiz da humanidade reina a criação e o imperativo da substância feminina. O homem não pode “ser” sem a mulher.

Continuar lendo “Uma homenagem às mulheres do mundo”

Sobre concentração e desempenho

concentraçãoProf. Guilherme Mendes

“Nenhum trabalho de qualidade pode ser feito sem concentração e autosacrifício, esforço e dúvida.” (Max Beerbohm)

Para aflorar pensamentos e ações convergentes para o desempenho em qualquer atividade, a concentração deve fluir de acordo com o controle que temos sobre a mente e o objeto de nossa atenção.

Continuar lendo “Sobre concentração e desempenho”

Sobre autodidatismo

autodidataProf. Guilherme Mendes

Autodidata é a pessoa que se dispõem – por livre e espontânea vontade e/ou por força das condições e aspirações – a aprender. Autodidatismo é o mesmo que autoaprendizado, no qual o indivíduo se lança à própria sorte para obter conhecimento e adquirir instrução, sem o auxílio de professores ou mestres.

Continuar lendo “Sobre autodidatismo”

Sobre valores e liderança

valores_humanosProf. Guilherme Mendes

“Valores e liderança são conceitos indissociáveis e constituem vínculo indissolúvel, pois ambos determinam qualidades morais à dignidade humana.”

Na concepção do especialista em Desenvolvimento Pessoal e Liderança, Emiliano Gómez, valores são a expressão conceitual das preferências morais de uma sociedade em uma determinada época e com um determinado nível de desenvolvimento econômico e cultural.

Continuar lendo “Sobre valores e liderança”

O pensamento que escraviza ou ilumina

pensamentoProf. Guilherme Mendes

“Somos o que pensamos. Tudo o que somos surge com nossos pensamentos. Com nossos pensamentos, fazemos o nosso mundo” (Siddharta Gautama)

Para o budismo, corpo e mente são produtos de várias causas cooperantes; essas causas não podem ser confundidas com o “eu” e o “meu”. Não entendeu? Eu explico.

Continuar lendo “O pensamento que escraviza ou ilumina”

A expressão criativa do ser

criatividadeProf. Guilherme Mendes

A alma progressista nunca se repete no passar repentino da breve existência. Ela produz e reproduz tudo o que é novo e peculiar à alma humana. Distinguimos as artes, as belezas dos ofícios, as prosas da natureza, e admiramos as qualidades substanciais dos gênios criativos e excêntricos.

Continuar lendo “A expressão criativa do ser”

Um pensamento sobre a amizade

amizade1Prof. Guilherme Mendes

“Quem cedo e bem aprende, tarde ou nunca esquece. Quem negligencia as manifestações de amizade, acaba por perder esse sentimento.” (William Shakespeare)

O egoísmo que entrelaça um mundo frio e austero é banhado por um mar de elementos negativos. Sob o prisma da desconfiança e o véu da indulgência, o ser humano compenetra-se apaixonadamente em seu próprio interior, reforçando a sombra de seu próprio ego.

Continuar lendo “Um pensamento sobre a amizade”

Equilíbrio emocional

equilibrio_emocionalProf. Guilherme Mendes

“Deve-se abandonar a mente egoísta e substituí-la com a mente que é sincera em ajudar os outros. A felicidade nasce do praticar ações que deixam os outros felizes.” (Siddharta Gautama)

Os ensinamentos de Buda parecem deslocados em meio ao pensamento moderno, mas certamente enfatizam e conservam profundas verdades. Uma mente caridosa e benevolente não permite que o egoísmo e as emoções negativas assumam a ponte do leme interior próprio a cada ser.

Continuar lendo “Equilíbrio emocional”

A aprendizagem de valores, atitudes e normas na escola

escola1Prof. Guilherme Valentim Mendes

Parte-se da seguinte premissa: a escola contribui eficazmente para a cidadania através da assimilação de valores, de atitudes e de normas, como agentes potenciais de socialização.

A seguir farei uma breve referência às colocações de César Coll e colaboradores, referentes à obra “Psicologia do Ensino”, sobre os conceitos de valores, atitudes e normas.

Continuar lendo “A aprendizagem de valores, atitudes e normas na escola”

O consolo na independência das ações

imaginacaoProf. Guilherme Mendes

Se o dinheiro for a sua esperança de independência, você jamais a terá. A única segurança verdadeira consiste numa reserva de sabedoria, de experiência e de competência.” (Henry Ford)

Nos últimos dias em que estive ativo e concentrado na produção de textos para o blog, não pude deixar de refletir sobre como a competência da escrita tem contribuído para me interiorizar e me tornar mais consciente das minhas próprias ações e pensamentos.

Continuar lendo “O consolo na independência das ações”

A relação corpo, mente e emoção

mente-corpo-benessereProf. Guilherme Mendes

“Assuma o controle das suas emoções mais consistentes e comece conscientemente e deliberadamente a remodelar a sua experiência diária de vida.” (Anthony Robbins)

Faz parte do treinamento esportivo e profissional concentrar as forças mentais, emocionais e espirituais para a performance e alcance dos objetivos, afinal, o esforço por si somente não gera resultado, mas a combinação de ambos pode levar a superação e quebra de limites.

Continuar lendo “A relação corpo, mente e emoção”

Visão: o caminho para o futuro

visao-de-futuroProf. Guilherme Mendes

“Se você não tem uma visão para o futuro, então seu futuro é ameaçado de ser uma repetição do passado.” (A. R. Bernard)

No post Sobre missão e vocação, o qual escrevi há algumas semanas atrás, dei uma pincelada sobre os fundamentos e ideias que norteiam o sentido e a importância de ter uma missão, seja no plano pessoal ou profissional, ou para ambos, se esse for o seu caso.

Continuar lendo “Visão: o caminho para o futuro”

A lei da Compensação

lei_da_compensacaoProf. Guilherme Mendes

“Enganar-se a respeito da natureza do amor é a mais espantosa das perdas. É uma perda eterna, para a qual não existe compensação, mas um reflexo.” (Soren Kierkegaard)

Não pode o homem se enganar a respeito da natureza. A Compensação, eterna vigilante dos atos humanos, semeia zelosa, silenciosa e infalivelmente por suas leis com esplêndido e penetrante vigor, próprio na medida justa das ações que sustentam e violam o equilíbrio da natureza.

Continuar lendo “A lei da Compensação”

Planejamento, observação e papeladas sem fim

freeimages.co.uk workplace imagesProf. Guilherme Mendes

“Assumir a responsabilidade por seu comportamento, seus gastos e seus atos e não supor para sempre que a sociedade deve perdoá-lo porque “não é culpa sua” constituirá a qualidade mais necessária no próximo século.” (Barbara Tuchman)

Os professores que iniciam a carreira no magistério são observados por avaliadores para serem aprovados em exames de qualificação e proficiência. Entretanto, a história é bem diferente quando se é observado por alunos e outros profissionais.

Continuar lendo “Planejamento, observação e papeladas sem fim”